Como você (e o Brasil) estão sendo roubados pelos ricos

Só duas coisas geram riqueza a partir do nada: trabalho e inovação. O resto da riqueza que existe no universo ta aí, surfando de uns para os outros nas ondas dos mercados financeiros.

Te contam no MEPOUPE que título tipo inflação + taxinha são suficientes para proteger o valor da riqueza que você ganhou pelo seu trabalho. É mentira!

Os ricos do mundo inteiro (inclusive os brasileiros) tem sua riqueza armazenada em ativos globais. A moeda global é o dólar; que, mesmo com sua inflação de 3% a.a., se valorizou frente ao real em média quase 14% a.a. nos últimos dez anos.

Percebeu o que isso significa? Só ter dólar debaixo do colchão já teria rendido mais que a maioria dos investimentos disponíveis no mercado financeiro brasileiro.

Veja, quem, nos seus investimentos em Reais, não ganhou pelo menos 14% e mais um pouco por ano nos últimos dez anos teve sua riqueza diminuída em comparação com o neutro (a média dos mercados globais).

Se essas pessoas tivessem estacionado suas riquezas em fundo passivo globalmente diversificado (ex ETFs de Total Market ou S&P 500) teriam ganhado muito próximo do neutro do mercado global, correndo muito menos risco.

Se você perdeu para o neutro, logicamente, há de ter alguém que ganhou do neutro.

Ter investimento só no Brasil é não ver — mas ter — sua riqueza sendo transferida para os mercados globais.

Artista: Meow_bug

Como isso acontece, na prática?

Se você compra um iPhone, esse lucro não fica no Brasil, vai pra Apple lá nos EUA. O investidor individual brasileiro que não tem Apple na sua carteira, direta ou indiretamente, não verá como retorno nos seus investimentos um centavo dessa riqueza que foi gerada por uma cadeia de trabalhadores espalhados pelo mundo. Essa riqueza foi para os acionistas da Apple — incluindo todo mundo que investe no S&P 500 ou outro ETF global.

Repita esse raciocínio para todos os produtos e serviços que você consome. Pensa para onde está indo a riqueza. 🤯

Ela foi pra fora e só vai voltar no dia que os gringos estiverem comprando smartphones da CCE, ou seja, nunca!

¯\_(ツ)_/¯

É isso que eu tinha pra dizer hoje.

Investimento longo e próspero amigos 🖖

— Capivara

9 comentários

  1. Bom texto, mas esse retorno do dolar, que foi verdadeiro em um contexto passado recente, nao diz nada sobre o futuro. Imagine que estejamos ainda em 2002, e o dolar esta no seu recorde historico contra o real real (deflacionado). Compre dolar??? Dez anos depois, em 2012, ele teria perdido o que? Metade a 3/4 de seu valor. Ou seja, quem aplicou no real dobrou ou triplicou seus dolares. Entao, isso que voce escreveu nao mostra uma verdade absoluta: foi so uma fase da lua. Ha outras, que da nossa terra aplanada nao conseguimos enxergar. Confuso? Estou serio ou jocoso? Fume mais uma erva medicinal e esqueca do assunto.

    1. É impossível prever no curto e médio prazo.

      Quanto mais longo o horizonte, mais certo fica que o dólar valorizará frente ao real.

      O que é irrelevante, na verdade, porque investir em fundos de índice ou ações no exterior não é investir no dólar, é investir nos ativos que compõe o fundo ou na empresa que você comprou.

      Uma vez que a pessoa compra um ativo, ela é dona de X cotas daquele ativo. Ela não tem mais dólar.

      O dólar, assim como o real, foram apenas os ativos temporários usados para transportar o patrimônio de um lugar do mundo financeiro para o outro.

  2. E se eu comprar ações dessas empresas BR fodas na exportação? Frigoríficos, minério de ferro, etc… Estou fazendo um bom negócio? Mesmo não sendo em doletas.

    1. Nesses casos, recomendo ficar atento ao custo de oportunidade. Por exemplo, o capital que você usaria para comprar essas ações individuais poderia ser usado para comprar cotas de um fundo passivo de índice que já é bastante diversificado.

      Os estudos acadêmicos sobre o assunto provam que para a grande maioria dos investidores, estatisticamente, é mais lucrativo e fácil investir nesse tipo de fundo passivo (por exemplo, o CSPX que segue o S&P 500 ou o IWDA que inclui milhares de empresas de vários países).

      Ou seja, se você investe em ações individuais e suas ações renderam menos do que um desses fundos, você perdeu o custo de oportunidade de não ter investido no fundo, que é um custo tão real quanto qualquer outro tipo de prejuízo.

      Investimento longo e próspero, amigo!

  3. “Repita esse raciocínio para todos os produtos e serviços que você consome. Pensa para onde está indo a riqueza.”

    Isso é foda. Está presente em tantas nuances do nosso cotidiano, que as vezes nem percebemos.

    Até um anúncio que vemos no Instagram é dinheiro saindo do Brasil e indo pra califórnia.

    O Brasil poderia estar incentivando a produção de software, que pode ser facilmente exportado pra qualquer lugar do mundo. Temos bons desenvolvedores aqui. Mas não. Seguimos nos sucateando e apoiando nossa economia no agronegócio…

  4. É verdade que o Tesouro Direto não é o melhor investimento do mundo, como alguns podem tentar fazer parecer.

    Mas eu acho que o Tesouro IPCA+ está longe, muito longe, de ser um péssimo investimento.

    Se você pegar um recorte de 25 anos (1997-2021), nesse período o dólar se valorizou 436%, ou 6,9% a.a.

    Nesse mesmo período, a inflação no Brasil foi de 348%, ou 6,2% a.a.

    Ou seja, uma diferença de 0,7% a.a., mas isso considerando apenas a inflação, sem considerar a taxa.

    Enfim, o Tesouro IPCA+ protegeu o investidor da alta do dólar nesse recorte de 25 anos.

    Se você incluir a taxa nessa matemática, talvez ele tenha protegido o investidor da alta do dólar + da inflação do dólar.

    Claro que existe o risco, mas há muitos outros investimentos com uma relação de risco/retorno muito pior.

    Só vamos saber qual terá sido o melhor investimento daqui a alguns anos, quando estivermos de posse dos rendimentos passados para comparar.

    Enfim, assim como não dá para santificar o Tesouro Direto, também não dá para demonizar.

    O que é péssimo mesmo é deixar o dinheiro parado na conta.

    PS. Não sou a Nathalia Arcuri.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.